quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Seminário Internacional dos DogBrothers no Rio de Janeiro 2014!

Nos dias 5 e 6 de abril no Rio de Janeiro no primeiro seminário dos Dog Brothers no Brasil. Estão todos convidados, para melhorar a vida de todos eu e o presidente da Fiamek conversamos e ele resolveu dar de presente 12 vagas parceladas em 10X no boleto da fiamek. Quem vier de outra cidade irá ter um desconto especial em um hostel bem próximo do evento. É só ir no site da fiamek fazer a inscrição!!! Promoção de fim de ano 12 vagas em 10X Aguardo as inscrições!!!!!!!! http://www.fiamek.org/dogBrothers.php Programação: Sábado 09:00 - 12:30: Real Contact stick fighting 14:00 - 18:00: Kali e Krabi Krabong Domingo 09:00 - 12:30: Die Less Often (Faca e anti-Faca) 14:00 - 18:00: Kali tudo

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Seminário Dog Brothers 2014 Recado do Guro Marc Denny




Fiquem atentos: as passagens já estão compradas e o evento confirmado!

Entre em www.fiamek.org, vá para a aba "Seminário Dog Brothers" e preencha o cadastro para garantir:

- Parcelamento em 3 vezes;
- 50% de desconto na anuidade 2014;
- Brasão bordado FIAMEK exclusivo;
- Descontos em produtos da loja Dog Brothers.

E as vagas são limitadas...

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Faca de combate Mamba Negra - Combat knife Black Mamba

http://www.youtube.com/v/9Gq793Bzhnk?autohide=1&version=3&autoplay=1&autohide=1&attribution_tag=tDZLWi8C0rWfrYG8JnT8NA&showinfo=1&feature=share

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Open Sparring Porto Alegre - 27-10-13

http://www.youtube.com/v/pWfXtfc00fs?version=3&autohide=1&autoplay=1&autohide=1&feature=share&showinfo=1&attribution_tag=B6OTlJY6kJkIgR8E483hRQ

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Lançamento da Faca de Combate Mamba Negra

Faca desenhada por Richard Clarke, Mestre de Kombato e Masguru de Kali Silat, um especialista em combate com facas e armas, desenhou um modelo inovador e eficiente de uma faca para combate, mas não é só isso, é uma joia, a faca tem um Design novo e bonito a criação da Mamba foi a soma de um especialista em lâminas com a de um grande Cuteleiro o Edwin Weiler que ''materializou '' sua votante. a Mamba Negra, este nome porque a lâmina lembra as presas de uma serpente. este primeiro modelo terá a numeração de 01-25 a 25-25 e certificação de autenticidade, futuramente terão os modelos com Paracord, Guarda dupla e Variações de cabo que vem com parafusos para manutenção ou variações. ''Mamba-Negra ou Black Mamba É a cobra mais rápida do mundo, capaz de se deslocar a 20km/h. No entanto, usa essa velocidade para escapar do perigo e para atacar as suas presas. Tem um bote muito rápido e seu veneno causa paralisia, podendo levar a vítima à morte se não for tratada rapidamente. Se a picada for na região do pé ou na canela pode levar de 2 a 4 horas para a vítima vir a morte; ser for picada na região do tórax ou rosto as vítimas morrem em menos de 20 minutos.'' https://www.facebook.com/events/593411507390385/593413120723557/?notif_t=event_mall_comment

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Assunto: EVENTO ESPECIAL: DIA 17 DE AGOSTO! (Kombato e Kali Silat)

No dia 17 de Agosto, as 1900 horas (terminando no máximo as 2130), teremos a graduação e premiação de um dos meus alunos mais antigos do Kombato, e de Kali Silat, e principalmente meu afilhado, e afilhado. Ele é professor de muitos, e alcançará o 4o grau (e quarto Hagdan). É o Professor Richard David Clarke, que se elevara ao nivel de Mestre (Masguru), sendo portanto o meu aluno mais graduado, e meu primeiro mestre formado! Certamente seus amigos, e todos os demais Kombatentes e Kalipis que realmente prezam pela organização nos brindarão com a amizade neste encontro! Venham com a camisa do Kombato! Quem não tiver pega emprestado. Quem não tiver venha com camisa preta! Faremos uma imensa presença!! Dia 17 de Agosto, as 1900 no Conde Gourmet!! http://www.condegourmet.com.br/ Avise pelo email mestre.kombato@gmail.com MasGuru Paulo Albuquerque.

terça-feira, 2 de julho de 2013

Lutas de A a Z: Todo mundo espera alguma coisa de uma manhã de sáb...

Lutas de A a Z: Todo mundo espera alguma coisa de uma manhã de sáb...:                                                                                                                              Por: Carolina

Ae pessoal entrevista

sexta-feira, 10 de maio de 2013

Repetindo a pedidos DIFERENÇAS ENTRE KALI E KOMBATO

Kalipis e Kombatentes, e em especial a quem pratica ambas as artes, e muitas vezes tem dificuldade de responder esta pergunta a amigos, ainda que saiba as respostas corretas. Em primeiro lugar, não gosto de me apresentar, mas como muitos não me conhecem, desta forma podem achar que este documento é uma análise longa e desnecessária. Portanto estou colocando aqui meu currículo para que possam entender que, de forma alguma estou tentando desmerecer tanto o Kombato quanto o Kali, mas apenas explicando precisamente o que eles são. Eu tenho 27 anos de Kali Silat, sendo o mais antigo praticante do Brasil, e fundei o Kombato 1988 (desenvolvendo a técnica e organização, a portanto 25 anos). Todos os faixas-pretas e instrutores de Kali Silat SinaTirsiaWali no Brasil e gurus da Itália vieram portanto do meu conhecimento, assim como todos de Kombato, no Brasil, Itália, EUA e em breve na Alemanha. Alguns naturalmente foram formados pelos Coordenadores Alberto, Clarke e Douglas (em ordem alfabética). Leciono/lecionei na Marinha do Brasil, Aeronáutica, Polícia Federal, Rede Globo de Televisão, Core, Metrô de São Paulo, e formei até mesmo instrutores de Kombato para a ONU e para algumas dezenas de organizações e locais com grande importância, assim como representantes na Procuradoria geral da República, Polícia Federal, Guarda Municipal, etc. DUAS ARTES DIFERENTES? Os objetivos das modalidades são diferentes, e desta forma, não se pode afirmar qual é a melhor. É como uma moto e um caminhão. Qual é a melhor? Depende do usuário. Você quer andar no trânsito? Você precisa carregar um sofá? No entanto, tanto a moto quanto o caminhão são veículos, tem rodas, pneus, motor, consomem combustível, etc. Motos e caminhões são coisas muito distintas, assim como o Kali e Kombato. Alguns vão buscar o que querem no Kombato, outros no Kali, e outros praticam as duas sem nenhum tipo de problema (como o autor deste texto, por exemplo). Muitos instrutores de Kombato se interessam pelo Kali e vice-versa, a ponto de poderem oferecer treinamento em ambas às modalidades. Isso é uma imensa vantagem para o aluno, e para o instrutor, pois aumenta sua versatilidade. Garanto a todos que quem divergir de alguns itens, certamente não entendeu a proposta deste texto, ou não compreendeu verdadeiramente o que é Kombato ou o que é Kali. 1) KALI É ARTE MARCIAL FILIPINA E KOMBATO É DEFESA-PESSOAL Kali foi feito para guerra, matar o inimigo, e ponto. Por isso, devido ao treinamento repetitivo, pode até ser perigoso para o uso entre civis, porque poderá gerar uma resposta maior do que se pretendia, e isso poderá ser enquadrado na lei como excesso. Kali, assim como Kendô são artes com armas e históricas. Se você sair com uma espada na mão e usá-la para se defender, certamente irá preso. O Kali não é diferente. Não podemos andar com bolo (facão de mato) livremente pela cidade, afinal não estamos no século 15 e 16. Kali é uma arte marcial extremamente letal, e perigosa. Não pode e não deve ser vista como defesa pessoal. Kombato foi feito para matar apenas caso necessário, porém focalizando sempre em proteger a si e sua família. Um exemplo bem claro é a situação de um inimigo com uma faca. A atitude de um Kaliman (praticante de Kali) seria puxar a sua faca e partir para cima do inimigo, e isso pode levá-lo a prisão, se tiver sucesso, mas de qualquer forma está indo em direção ao risco. A atitude de um Kombatente (praticante de Kombato) seria nesta ordem: 1. Sair da situação levando as pessoas contigo. Caso não seja possível: 2. Usar de uma arma de fogo acima de 7 metros contra o inimigo, ou jogar algum objeto para retardá-lo Caso não seja possível: 3. Usar uma cadeira, objeto longo como bastão para se defender, focalizando no desarme do inimigo. Caso não seja possível: 4. Puxar uma faca e usá-la usando técnicas de Kali Caso não seja possível: 5. Tentar desarmar o inimigo Neste momento o Kombato se utiliza de duas técnicas que não existem no Kali, desenvolvidas e testadas especialmente para esta ocasião. Entenda que existem outros grupos de Kali no Brasil, mas como sou o mais antigo, me dou o direito de afirmar que quem vende o Kali como defesa pessoal pode estar sendo irresponsável. Imagine um aluno se defendendo contra uma única pessoa usando uma faca? O caminho é a cadeia. Quem é praticante SÉRIO de Kali Silat sabe que é uma arte extremamente perigosa, porém tem consciência que ela pode e vai fazer com que o praticante atravesse as leis muitas vezes, se tornando um marginal. 2) FILOSOFIA Kali é calcado em uma mistura de religiões, como a católica (As Ilhas Filipinas são o único pais católico da Ásia), se tornando portando a única arte marcial de origem cristã do mundo. Existem muitos muçulmanos praticando Kali lá também. Há muita influência das filosofias de origem indiana (veja por exemplo o Logo do Kali Silat Brasil). Porém tudo está combinado com as crenças locais - com sacrifício de animais, uso de amuletos, etc. No Brasil, e na maioria dos países não fazemos este tipo de prática. Kombato está calcado em 3 itens principais: Lema do Instrutor, Lema do Kombatente e Doutrina do Kombato; além de outros como o Axioma do aluno-professor-conceito-técnica, e os 40 itens do DNA do Kombato. Não existe nenhuma conotação religiosa ou filosófica. Ser um bom cidadão é o suficiente. DOUTRINA DO KOMBATO Um Kombatente resolve o confronto de forma mais inteligente, rápida e eficaz. Um Kombatente não pode perder nenhum confronto real. Um Kombatente só usa a técnica para Sobrevivência. LEMA DO KOMBATENTE Amizade, Disciplina, Perseverança, Conhecimento, Cidadania LEMA DO INSTRUTOR Exemplo pessoal e responsabilidade 3) PRATICANTES Kali: Como esta arte marcial focaliza em armas, nem todos tem habilidade para aprender. Cerca de 30% dos alunos não conseguem avançar muito, mas os que avançam, geralmente são alunos particulares e se tornam realmente muito hábeis. Estes que conseguem, se tem intenção de usar armas, como facas, e as carregam em todos os lugares, estão bem seguros. O Kali não é para todos, porque historicamente ele era apenas para a classe guerreira, uma elite. Para se utilizar em algumas situações, é necessário sangue-frio que nem todos tem. Muitos podem treinar, treinar, mas na hora “H” não ter coragem para puxar uma faca e usar. No treinamento de Kali, para se chegar a níveis mais altos, usamos lâminas reais, afiadas. Perfil médio do praticante admirador de filmes com armas, quadrinhos etc; tem uma visão romântica das artes marciais. Muitas vezes admira misticismo. Kombato: A idéia do Kombato é que ele se adapta ao aluno e não o aluno tem que se adaptar ao Kombato. Desta forma todos praticantes conseguem ter um bom nível de eficiência no Kombato. Já houve deficientes físicos e mentais que avançaram muito no treinamento. Por isso se adéqua a qualquer pessoa. Ninguém precisa ter habilidade especial para aprender. Porém somos muito rígidos na seleção de instrutores. Ser instrutor não é para todos. Perfil médio do praticante: admirador de forças armadas, policial, militar ou semelhante. Tem uma visão prática e funcional das técnicas das artes marciais. 4) TREINAMENTO Kali: Não é obrigatório ter um excelente preparo físico para se aprender Kali. Afinal a arma já está pronta. Muita gente treina Kali até mesmo de terno antes de ir para o escritório nas ilhas filipinas. Pode-se ver que não há biótipo para Kali: existem campeões mundiais gordos, magros, altos ou baixos. Em algumas escolas, no entanto, como a nossa escola (SinaTirsia Walli), a força nas pernas é imprescindível devido aos agachamentos necessários para diversos movimentos. Todas as escolas desenvolvem força no antebraço, e flexibilidade nos pulsos. O Kali da nossa escola desenvolve uma excelente ambidestria, e ajuda a movimentar o cérebro de uma forma incomum, trazendo benefícios em especial para quem tem problemas de lateralidade, isquemia cerebral, alzeimer, promovendo o bem estar geral. Kombato: Dedicamos cerca de 20% do treinamento a parte física, pois seu corpo é uma arma; isso desenvolve uma melhor qualidade de vida, e saúde. Tivemos um caso de um aluno que emagreceu 9 Kilos em um mês e outro que ganhou 7 kilos de massa magra em dois meses. Ambos sem dietas. Estamos sempre tentando obter mais saúde, como benefício adicional. Usamos de exercícios funcionais, como kettlebells, aparelho de desenvolvimento de força atlética russa no treinamento, exercícios isométricos, fitas de suspensão, bola suíça, roda abdominal, etc. 5) TÉCNICAS DESARMADAS Kali: As técnicas desarmadas do Kali se chamam Panggamut, uma parte é aprendida em graduação intermediária, e técnicas mais avançadas são aprendidas em cursos ou apenas depois da graduação de Lakan (equivale a Faixa-Preta), em média depois de 4-5 anos de treinamento. As técnicas de Silat, oriundas da Indonésia se aprendem no mesmo período. Kombato: Se começa com as técnicas desarmadas desde a faixa Branca. O que se aprende como Panggamut no Kali se aprende nas faixas VERDE 1, 2 e 3 (após três graduações), cerca de 18 meses de treinamento. Algumas técnicas de Silat indonésio se aprendem na faixa verde 2. As técnicas desarmadas são oriundas de diversas artes marciais, e modificadas para situações de violência urbana (de rua), se tornando algo bem diferente: Karatê Kyokushin, Tae Kwon Do, Jiu-jitsu Brasileiro, Luta livre esportiva, Muay Thai e boxe inglês são as principais fontes, ao lado do Kali-Silat (com o Panggamut). O que importa é funcionar em situações reais. Simples assim. 6) TÉCNICAS DE CHÃO Kali: usa o DUMOG, que se aprende normalmente depois de 7 anos de treinamento ou em cursos. Se assemelha a Luta Livre esportiva e Ai ki Dô combinados. Não dá para comparar a um praticante de Luta-livre ou jiu-jitsu, que são esportistas que se dedicam quase todo o tempo a conflito de chão. Algumas técnicas de dumog, no entanto são bem eficientes. Kombato: Se aprende a lutar no chão, para não FICAR NO CHÃO. Se aprende a sair de todos os golpes possíveis do chão, para poder continuar lutando em pé, ou até mesmo fugir. O enfoque do Kombato é sobreviver, ficar no chão é um risco enorme, pois sempre pode ter um inimigo esperando você ir lutar no chão pra lhe atacar - dificilmente você será atacado por um inimigo só, por exemplo em brigas de rua. Pode ser comparado as lutas que usam técnicas de chão brasileiras, pela eficiência. 7) QUEM SÃO OS INIMIGOS Kali: Originalmente os espanhóis, invasores. Depois os japoneses, americanos e até o governo filipino. Hoje é qualquer um que o atacar. Os filipinos lutaram, e foram derrotados historicamente por diversos povos, mas ao mesmo tempo, com estas experiências conseguiram muita experiência em combate. Normalmente se foca em alguém armado, porém do mesmo tipo físico. No Kali se protege a si mesmo, e só; mas a movimentação é feita para se lutar contra diversos adversários, desarmados ou armados. Kombato: No treinamento treinamos para enfrentar o que chamamos de IVAN: O Inimigo é sempre alguém de maior VOLUME, ARMADO ou NÚMERO (muitos). E sempre pretendemos proteger quem está conosco. Proteção de terceiros. Aprende-se a proteger sua família. É a único método, testado e aprovado, que ensina tudo que o um guarda-costas sabe. TÉCNICAS MILITARES Kali: O Kali até hoje é ensinado para forças militares filipinas, pois é uma arte marcial, militar de combate por excelência. Se aprende em média em 2 anos de treinamento. Ex.: silenciamento de sentinela, combate com facas. Kombato: As técnicas de Kombato relacionadas as facas e facões são, nesta área em sua maioria oriundas do Kali, somados as observações feitas pelos militares brasileiros que treinamos. Se leva em média 4-5 anos para aprender isso, exceto se você for militar, pois neste caso, se aprende desde o início. As técnicas de arma de fogo são oriundas de Técnicas inglesas, americanas e israelenses, somadas as técnicas aprendidas no BOPE, e outras forças policiais, adaptadas a nossa realidade e sistema legal. 9) DESARMES DE ARMAS DE FOGO Kali: Não é original do Kali, porém alguns instrutores estrangeiros adaptaram as técnicas para isso, para ganhar algum dinheiro. O resultado não é bom e altamente arriscado. Kali não é feito para se defender de armas de fogo, assim como Kendô, que é outra arte marcial de armas - não foi concebido para isso. Kombato: Desenvolvido para enfrentar ameaças urbanas modernas, as 32 técnicas (e variações) de defesa de arma de fogo do Kombato são o resultado de muita pesquisa e experiência, junto a militares e policiais, somado as experiências diversas do corpo de instrutores/professores do Kombato. 10) TÉCNICAS DE SEGURANÇA Kali: Não possui. E é muito perigoso supor que Kali é para prover segurança, porque a segurança era feita através de amuletos chamados de “anting-anting” e orações. É interessante como cultura marcial. Kombato: Sim, e se aprende conceitos (teoria e prática) desde o início do treinamento. Segurança VIP, proteção patrimonial, Avaliação de risco, leitura corporal, etc. 11) COMPETIÇÃO ESPORTIVA Kali: Existe e é uma área em plena expansão. Apesar da grande maioria dos mestres não aprovarem os torneios, e haverem conjuntos de regras diferentes, todos concordam que é uma excelente forma de divulgação. Existe também competições como Carenza (as formas ou “katas”). No Brasil já temos Torneios de combate (Laban) e formas (Carenza) com ranking federado pela FIAMEK, além da AMEKS (em MG). Kombato: Não possui competição. Mas caso exista, no futuro, será sem combate, e sim algo como simulação de defesa-pessoal, ou treinamento de segurança. Está em estudos para testes (em breve). 12) HABILIDADES DESENVOLVIDAS Kali: Ambidestria (lados direito e esquerdo) é usado também para terapia de pessoas com problemas de lateralidade, Força nos antebraços, e pernas devido aos agachamentos constantes nas aulas, flexibilidade nos pulsos, agilidade e coordenação motora. Kali também desenvolve uma imensa percepção espacial e agilidade com as mãos, que pode ser útil para várias situações na vida. Kombato: Visão de segurança e sobrevivência urbana, percepção acurada, preparo físico voltado para força e explosão, desenvolve volume muscular, desenvolve uma melhor flexibilidade nas pernas. Forma uma pessoa mais segura e autoconfiante, capaz de se defender, boxear, chutar, lutar no chão e mesmo se defender contra agressões múltiplas. 13) DEFESA CONTRA FACAS Kali: as defesas de faca de kali são melhores do que as demais artes marciais, mas não são "a prova de risco". Normalmente as pessoas pensam: Kali é uma arte com facas, logo devem saber se defender contra elas. Bem, o fato é que o Kali originalmente é para guerrear, usar faca contra faca, e não mão contra faca. Kombato: Para esta situação a segurança em primeiro plano, a estratégia mais eficaz é a do Kombato. Se evita o contato com a lâmina do agressor ao máximo, e se utiliza primariamente de objetos, ou até mesmo armas de fogo se você tiver acesso a uma. 14) COMBATE COM FACAS Kali: O objetivo é se proteger e ao mesmo tempo matar o adversário. Sempre que possível o praticante de Kali desarma, diminui a distância, joga no chão e finaliza o seu inimigo, como se estivesse em uma guerra tribal. O conceito de sacar e utilizar não existe, porque os filipinos tinham as facas nas mãos quando iam para o conflito. Kombato: O objetivo é saber usar a faca quando necessário, ou seja, 2 ou mais agressores desarmados, ou contra 1 com faca, desde que seja um cenário onde não exista fuga. Sacar a arma e utiliza-la de forma não letal, ou letal, dependendo das circunstâncias, e sempre em acordo com a lei brasileira. Os saques que existem no Kombato foram deenvolvidos por duas pessoas diferentes. 15) GRADUAÇÃO Kali: Especializações. Da faixa branca até a faixa preta, se aprende a usar as seguintes armas, na seguinte ordem: 1 bastão, dois bastões, faca e bastão e faca/espada/facão. Depois da preta, o aluno decide a especialização que pretender seguir. Existem mais de dez, dentre: combate desarmado técnicas originárias das Filipinas, Combate desarmado técnicas originárias da Indonésia, Armas curtas, armas longas, armas de projétil, etc. A graduação, no entanto depende da federação e da escola. Em escolas sérias, dificilmente alguém se tornaria Guro com menos de 5 anos, treinando algumas horas por semana. Mas existem escolas as quais se torna guru, por razões absolutamente comerciais em 5 dias. Recomendo sempre obter as informações corretas sobre o instrutor antes de iniciar o treinamento. Kombato: As técnicas do Kombato são sempre aperfeiçoadas ano a ano, mas sempre ficam da faixa branca até a faixa preta. Para receber os graus, os alunos refazem o exame de faixa preta, entregam uma especialização, formam alunos, novos instrutores, etc 16) FORMAÇÃO DE INSTRUTORES Kali: para se tornar instrutor de Kali, deve-se ter uma boa coordenação motora, suficiente. E com tempo e dedicação, chegar a faixa-preta, mas pode-se lecionar antes da faixa preta. Kombato: Nossa meta para formar o instrutor é: conseguir chegar até a faixa verde 3. Além disso, é obrigatório o segundo grau completo (ensino médio), curso de primeiros socorros, bons antecedentes, etc. 17) COREOGRAFIA DE CINEMA OU TEATRO Kali: É usado em diversos filmes e até peças de teatro. É uma arte marcial plástica, bonita, e incrivelmente dinâmica nas telas, e isso é muito atraente. Eu já trabalhei com coreografia, o Guru Rodrigo Gouki trabalha com isso, comprovando isso. Kombato: Não tem nenhuma relação com coreografia. E não é o objetivo da técnica. Em suma: não existe conflito. Você pode ter uma moto e um caminhão dentro de casa. Cada um para uma tarefa bem distinta. Estas são algumas de dezenas de diferenças. Qualquer dúvida entre em contato. Mestre Paulo Albuquerque mestre.kombato@gmail.com 27 anos de experiência com Kali, fundador da Kombato (criada em 1988).

sábado, 23 de fevereiro de 2013

Kali Silat Brasil

Loading...

Para enteder melhor o kaliman

" Seremos um circulo,sem início nem fim,respeitaremos todas as artes e ciências, praticaremos todos para aprender a nossa arte, por meio do corpo e da mente , atingiremos a alma; esta é a nossa arte : Kali Silat sina tirsia walli "

"Eu prometo para o criador no céu e meu instrutor na terra que vou dar valor ao conhecimento recebido, e escrever o ensinamento em meu coração.."


"Eu me curvo diante você por respeito, não por submissão.

Eu estendo a ti a mão de amizade, pois eu prefiro isso a mão da guerra.

Eu treino para ser um guerreiro com sabedoria."

"Eu estou preparado para combater você.

Mesmo sabendo que sua habilidade por ser maior do que a minha.

Não temo que meu corpo físico caia morto à sua frente.

Pois meu espírito se levantará novamente.

Ele é invencível."

New!