sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Seminário de Kombato e Kali Silat em POA -RS



ACADEMIA TOP FITNESS
Avenida Alegrete, 460
Bairro: Petrópolis
Cidade: Porto Alegre - RS

Lakan Guru Richard Clarke

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

As vagas para o 5º seminário Internacional de Kali Silat acabaram!

As vagas para o 5º seminário Internacional de Kali Silat acabaram! porém, tem 2 pessoas que já pagaram mas por motivos pessoais não vão estar presente no dia e colocaram as 2 vagas para venda valor de $ 200 (dolares). Interessados entrem em contato clarkekombato@gmail.com

O melhor seminário de Artes marciais já visto,quem não fez ainda se arrepende!






























































terça-feira, 13 de outubro de 2009

Parabéns ao Novo Faixa preta de Kali Silat















Lakan Guru Dalawa Hagdan Richard Clarke, MasGuru Paulo ALbuquerquer, lakan Guru Eduardo e Lakan Guru Salgado

Eduardo ( Dudu )

parabéns pela conquista e agora o recreio acabou!

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Numbers in Tagalog





isa
one

dalawa
two

tatlo
three

apat
four

lima
five

anim
six

pito
seven

walo
eight

siyam
nine

sampu
ten

Afiação (escrito pelo cuteleiro Ferrari)

Afiação (escrito pelo cuteleiro Ferrari)

Talvez a dúvida mais freqüente no segmento da cutelaria é como afiar uma faca. Pode parecer uma pergunta simples, mas é a questão mais pertinente que me deparo após esses anos de cutelaria. Conheço várias pessoas que possuem muitas facas ou canivetes e simplesmente não sabem como afiá-los. Este texto tem por objetivo instruir qualquer pessoa com ferramentas simples e baratas a fazer uma boa afiação de suas lâminas.

Afiar uma faca não é uma tarefa difícil, é simplesmente uma questão de técnica bem aplicada. Infelizmente existem muitos mitos e lendas a respeito de afiação e idéias errôneas são difundidas através de "experts" no assunto.

Uma questão que não devemos confundir é que faca bem afiada não perde o corte. Isto é uma grande mentira. O que existe realmente é que uma faca de qualidade e boa têmpera vai ter uma maior durabilidade de corte do que uma faquinha de qualidade discutível.

Há algum tempo atrás tive a oportunidade de conversar com um amigo num churrasco e lhe apresentei uma de minhas facas, sendo que na mesma hora ele me disse que umas das coisas que aprendera desde criança foi afiar uma faca e logo em seguida me apresentou uma faca feita de lâmina de facão de cana recortado que um senhor havia feito e me disse a célebre frase: "-Esta faca pega um excelente fio, ele não dura muito, mas que ela pega um bom fio, isto pega!", ora, qualquer pedaço de aço pega fio se for corretamente afiado, mas sua durabilidade são "outros quinhentos"!

Outra coisa que me vejo obrigado a esclarecer é o uso do instrumento chamado chaira. Como moro no Estado do Pantanal (Mato Grosso do Sul) existe a idéia do pantaneiro, com sua bainha nas costas contendo a faca e a chaira. Minha pouca experiência diz que a chaira é um bom instrumento para assentar o fio de uma faca que encontra-se tombado, e em conseqüência voltar o fio ao estado ideal novamente. Porém o uso prolongado deste instrumento causa um arredondamento no fio da faca, sendo esta a maioria das causas de facas cegas que conheço.
O grande problema é que a maioria das pessoas que utilizam a chaira não sabem como utilizar as pedras de afiar, que podem facilmente retornar ao fio que todos querem. Particularmente não utilizo esta ferramenta, porém isto é um gosto pessoal.

Outro mito muito comum é de que se cortarmos cebola ou limão as facas ficam automaticamente cegas. Nem limão, nem cebola cegam faca nenhuma, o que acontece é que algumas pessoas cortam esses vegetais sobre pratos de cerâmica esmaltada ou vidro, até mesmo sobre pias de granito ou mármore, sendo que estes materiais tem uma dureza muito maior que os aços usados pela cutelaria. É por isso que existem as tábuas de carne, pois sua superfície é de madeira ou plástico, o que não agride o corte da lâmina.

Depois desses esclarecimentos vamos à afiação propriamente dita.

A primeira coisa que devemos providenciar é uma pedra de afiar que são fáceis de se encontrar em lojas de ferramentas e seu preço é módico. Dê preferência para as pedras de dupla face, sendo que uma face tem a grana 100 e o outro lado com grana 280.

Após adquirir a pedra é interessante confeccionar uma pequena base para ela, que pode ser de madeira, ou então fixá-la em um torno de bancada ou morsa trará resultados ainda melhores.

Depois de fixar a sua pedra comece afiar um lado da lâmina, indo de encontro para a superfície, como se você fosse fatiar a pedra, prestando atenção muita atenção no ângulo em que a lâmina deve ser passada.

Um ângulo ideal para facas de uso geral é de 20 a 28 graus, então ao posicionar sua lâmina na pedra dê um ângulo de 10 a 14 graus de cada lado do fio. Depois de dar algumas passadas do mesmo lado na pedra grossa, passe o dedo perpendicularmente ao sentido do fio e sinta se o lado oposto ao da afiação já esta fazendo rebarba. Se estiver repita a mesma quantidade de passadas do outro lado da faca, porém em sentido oposto ao feito anteriormente, mas sempre "fatiando a pedra". Após sentir a rebarba também deste lado vá alternando uma passada de cada lado.
Você já fez grande parte da afiação neste momento. Agora mude a pedra para o lado fino (grana 280) e vá alternando as passadas novamente. Sinta o fio e veja que sua faca já tem um fio muito bom. Neste momento se você tiver em mãos uma pedra com uma grana mais fina ela poderá ser usada. Particularmente gosto muito de uma pedra natural facilmente encontrada aqui no Mato Grosso do Sul chamada Itaporã . Ela tem uma grana aproximadamente de 400 a 500 e é bem barata. Outra opção é você colar um pedaço de lixa d’água grana 400 ou 500 num pedaço de madeira e usá-la com de fosse uma pedra comum. Para finalizar você poderá passar sua faca em uma superfície de couro, do lado da raspa, desta vez ao invés de fatiar você irá passar no sentido contrário do fio. Se preferir este couro poderá estar impregnado com uma massa de polir (como os antigos barbeiros faziam).

Existem outros tipos de pedras artificiais ou naturais que podem ser encontradas, como as pedras Arkansas que são ótimas e os afiadores diamantados que conseguem uma afiação fantástica e muito bem feita.

Não se esqueça de trabalhar com a pedra sempre molhada, pois se trabalharmos com ela seca seus poros serão tapados pela limalha que se desprende da lâmina, dificultando a operação de afiar. Lembro também que após o uso de suas pedras, lave-as muito bem, seque-as e você poderá guardá-las sem problemas.

A dureza de uma lâmina influencia diretamente na facilidade de afiá-la. Quanto mais macio o aço da faca mais fácil de se afiá-la será, porém quanto mais dura for a lâmina sua afiação também será uma tarefa difícil. Talvez seja por isso que muitas vezes ouço queixas de certas pessoas que dizem suas facas são difíceis de afiar, quando na verdade é que elas não sabem como fazer uma afiação correta. Cuteleiros artesanais geralmente fazem a têmpera de suas facas, que varia de 55 a 60 Rockwell C, um pouco mais dura que as facas comerciais, que normalmente variam de 45 a 54 RC
Agora você poderá testar sua lâmina para ver como está o fio. Um bom teste é cortar um pedaço de papel. Segure o papel em posição vertical pelos dedos polegar e indicador e deslize a lâmina no sentido vertical. O corte deverá ser fácil e limpo. Se você perceber que a faca está "serrando" o papel volte novamente à afiação para corrigir este defeito e teste novamente.

Pode ser que no começo sua afiação não seja uma maravilha, mas com o tempo você terá mais prática e experiência.


Fonte: http://paginas.terra.com.br/arte/ferrariknives/afiacao.htm Acesso em 26/09/2006 18:39 Autor: Francisco José Ferrari. (Espero que ele me perdoe pela cópia... rs)

segunda-feira, 5 de outubro de 2009


RESUMO DOS CURSOS DE FACA

Ao todo, como nossos cursos são muito completos, e possuem uma carga horária imensa, dividimos em 4 modulos específicos, cada um com 4-8 horas de treinamento (4 horas até 10 pessoas, 8 para 20 pessoas). Mas cada um é TOTALMENTE separado do outro, ou seja, não existe necessidade de fazer outro módulo para fazer o anterior.

MODULO I
Fundamentos, Legislação, Noções de Cutelaria, 12 métodos gerais de ataque, Saque "Sada", Treinamento de proteção das 4 janelas de entrada (4 cantos), porque é quase impossível se defender contra uma faca, filosofia de faca contra armas de fogo, posições de combate. Perguntas como : "Porque as Artes marciais falham quando tentam defender faca?" são respondidas.
Responsável: Instrutor Lucas Sada

MODULO II
12 métodos em Sak-sak e Pakal. Técnicas de curtíssima distância. Exercícios especiais da escola Pekiti-Tirsia e da Sina Tirsia Wali, guardados durante séculos: 5-9-9. 5-10-9-9, pequeno Toque, circulo e quadrado, uso da Mão Viva (Bantae Kamae), desarmes (Agaw), exercícios em pakal e Sak-sak. Exercícios realisticas de curta distância. contradas.
Responsável: Mestre Paulo Albuquerque, Lider do Kali na América do Sul.

MÓDULO III
Técnicas de Duelo, Silenciamento de sentinelas e estratégia KOMBATO de defesa contra facas. Movimentação: 1/2 avanço, 1/2 recu, Avanço total, recuo total, Triangulação masculina e feminina, Movimentação da estrela, defondo, exercícios de contradas e recontradas. Filosofia de defesa ABACCO. Contradas do Panggasinan.
Responsável: Mestre Paulo Albuquerque, Lider do Kali na América do Sul.

MÓDULO IV
17 cortes mortais Visayas. Os 17 pontos letais que matam instantaneamente. Conhecimento de Origem Muçulmana da região de Visayas. Como alcançar estes pontos em combate.
Responsável: Professor Richard Clarke, aluno mais graduado do Mestre Paulo Albuquerque.

MÓDULOS OPCIONAIS
Kerambit, Balisong, Bolo
Um módulo específico para cada arma de lâmina
Kerambit e Bolo Responsável: Mestre Paulo Albuquerque, Lider do Kali na América do Sul.

Kali Silat Brasil

Loading...

Para enteder melhor o kaliman

" Seremos um circulo,sem início nem fim,respeitaremos todas as artes e ciências, praticaremos todos para aprender a nossa arte, por meio do corpo e da mente , atingiremos a alma; esta é a nossa arte : Kali Silat sina tirsia walli "

"Eu prometo para o criador no céu e meu instrutor na terra que vou dar valor ao conhecimento recebido, e escrever o ensinamento em meu coração.."


"Eu me curvo diante você por respeito, não por submissão.

Eu estendo a ti a mão de amizade, pois eu prefiro isso a mão da guerra.

Eu treino para ser um guerreiro com sabedoria."

"Eu estou preparado para combater você.

Mesmo sabendo que sua habilidade por ser maior do que a minha.

Não temo que meu corpo físico caia morto à sua frente.

Pois meu espírito se levantará novamente.

Ele é invencível."

New!